ANÁLISE DAS BB´s DE 0.25 g DA HONOR CODE

//ANÁLISE DAS BB´s DE 0.25 g DA HONOR CODE
ANÁLISE DAS BB´s DE 0.25 g DA HONOR CODE 2018-01-08T14:53:34+00:00

Project Description

Hop!

Moçada, demorou mas saiu! Aqui está a análise das BB´s da Honor Code, produto gentilmente cedido pelo importador para o Tactical Room.

Fomos um dos 10 escolhidos (segundo documentação enviada) no país para este review, motivo pelo qual agradecemos imensamente a credibilidade e confiança que nos foi depositada. Tenham certeza que procuramos realizar um teste mais abrangente e imparcial possível, mantendo o compromisso de qualidade com nossos leitores e mantendo o canal sempre aberto com os produtores e fornecedores de equipamentos para prática do Airsoft em nosso país.

Salientamos que nossas críticas e sugestões serão feitas sempre de forma respeitosa, visando o desenvolvimento do produto e/ou serviço analisado, fomentando o jogo “ganha – ganha” para todos. Isto posto, vamos à análise!

11218899_389267617950107_970833706626130879_n

Para esta análise, é importante citarmos quais equipamentos foram utilizados para os testes:

EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NOS TESTES:

M4 CQB VFC: Sem nenhuma espécie de upgrade

GSG 522 RIS c/ blowback da Cybergun: Upgrade realizado no cano, original trocado por Madbull de 6,03

Bateria: NiMh Intelect, de 9.6v e 1600 mAh: Carregada 100% pelo carregador SkyRC em vel. lenta.

Paquímetro Digital Modelo SHAN

Balança de Precisão (usada por empresa de medicamento manipulado)

Munição Controle: 0.20 g “marca Y (como não recebemos para testes essas marcas, não divulgaremos quais foram utilizadas)

Munição Controle Equiparável: 0.25 “marca X (como não recebemos para testes essas marcas, não divulgaremos quais foram utilizadas)

Sabão Ypê Neutro, barra de 200 g: Utilizado para testes de penetração.

1) ANÁLISE DO PRODUTO: CARACTERÍSTICAS

EMBALAGEM: Produzida em plástico de qualidade, sem possibilidade de “rasgos acidentais”. Dispõe (após aberta) de trava no estilo “zip lock”, mantendo o produto “em segurança”, mesmo em caso de pequenas quedas e acidentes.

ASPECTO: “Bolinhas” limpas e bem polidas, se observadas a olho nu. Sem rachaduras ou deformações evidentes.

GRAMATURA: Realizado o teste  de 3 (três) amostras, onde todas apresentaram gramatura esperada, conforme descrito na embalagem do produto.

GramaturaTeste da gramatura (em balança de precisão) de 3 amostras aleatórias 

DIMENSÕES: Foi utilizado paquímetro digital, onde todas as medidas apresentavam as dimensões aceitáveis, inclusive possíveis variações descritas na embalagem do produto.

Dimensãoo

Dimensões aferidas. Percebam que as 3 imagens das gramaturas refletem suas respectivas dimensões.

2) ANÁLISE DO PRODUTO: EM CAMPO

Como é de se esperar, realizarmos muitos disparos e deixamos abaixo o resultado dos testes.
Gostaríamos de deixar BEM CLARO (novamente) que nosso objetivo foi o de sermos o mais imparcial possível, solidificando e corroborando nosso respeito; tanto com a fornecedora do produto quanto com nossos leitores.

Antes de tecermos os comentários referentes aos testes, vamos às legendas das fotos a seguir:

-CÍRCULO (0)Disparo realizado com a arma de pressão GSG 522 RIS c/ blowback da Cybergun: Upgrade realizado no cano, original trocado por Madbull de 6,03.
-XÍS (X)Disparo realizado com a arma de pressão M4 CQB VFC: Sem nenhuma espécie de upgrade!

Obs.: O alvo desenhado (silhueta humana) foi utilizado apenas como uma referência gráfica, todavia não deve ser levado em conta na verificação dos agrupamentos dos disparos.

Foram realizados 10 disparos com cada tipo de munição (três), com cada uma das armas (duas) a uma distância de 25 metros, ou seja:

a) Dez disparos com a M4 VFC usando Honor Code de 0.25.
b) Dez disparos com a Cybergun GSG 522 RIS, usando Honor Code de 0.25.

c) Dez disparos com a M4 VFC usando “marca X” de 0.25
d) Dez disparos com a Cybergun GSG 522 RIS, usando “marca X” de 0.25.

e) Dez disparos com a M4 VFC usando a “marca Y” de 0.20.
f) Dez disparos com a Cybergun GSG 522 RIS, usando “marca Y” de 0.20.

Disparos
Através das imagens acima, chegamos a algumas conclusões interessantes (comentários relacionados a sequência da esquerda para direita)

1) O agrupamento da munição HC, usando arma com cano de precisão, é sensivelmente superior se comparada à utilização arma sem o cano de precisão, mesmo com a utilização de canos com tamanhos diferentes! (M4 x MP5)

2) O agrupamento da munição “MARCA X”, mesmo usando arma com cano de precisão, foram praticamente similares a arma sem o cano de precisão!

3) O agrupamento da munição “MARCA Y” (de gramatura menor,  0.20 gr),  não difere muito, mesmo se comparado com canos de diâmetros diferentes. Ou seja, á 25 metros a diferença não será significativa.

4) Em distâncias curtas (como a testada, em 25 metros), a utilização de cano de precisão e/ou gramatura maior não fará diferença significativa entre acertar ou não o adversário (principalmente se levarmos em conta disparo no torso, popularmente conhecido como “garrafão”)

5) Para distâncias mais longas, a combinação entre munição de gramaturas maiores + cano de precisão + tamanho do cano farão a diferença entre acertar – ou não – o adversário.

6) Gramatura de 0.25 parece ser uma das mais indicadas para armas “de assalto”, com 400 de FPS, principalmente se a mesma não sofreu nenhum tipo de upgrade objetivando “potência”. Para armas corretamente modificadas, acreditamos que 0.28 (ou até mais) sejam interessantes.

RESULTADO DO TESTE DE AGRUPAMENTO: Ao nosso ver, as BB´s da HC foram as mais precisas entre produtos de mesma gramatura (HC x MARCA X).

3) ANÁLISE DO PRODUTO: PENETRAÇÃO 

Apesar de não ser um “teste” propriamente dito, resolvemos verificar a penetração de cada uma das munições, utilizando como alvo um sabão de glicerinado, disposto a uma distância de 5 metros do atirador. A arma escolhida foi a Cybergun GSG 522 RIS.

Sabão Glicerinado

Obs.: Para os resultados final, deve-se considerar os valores no display do aparelho + tamanho da munição.

Penetração TotalValores do teste de penetração de cada uma das munições e suas gramaturas

CONCLUSÃO DOS TESTES REALIZADOS:

O produto apresentou ótima impressão e, porque não dizer, performance e qualidade. Não deixou de alimentar nenhum equipamento durantes os testes, bem como obteve os melhores resultados, notadamente na comparação direta (e mais justa) com a “MARCA X”, de gramatura igual a do produto disponibilizado pela Honor Code. Obviamente, todo e qualquer teste deve ser passível de características distintas visando homogenizar possíveis variáveis, mas sabemos da dificuldade de tonar o ambiente 100% livre de fatores que possam impactar no resultado final.

O teste completo foi realizado em um único dia, sob as mesmas condições climáticas (sol a pino, sem vento), no mesmo ambiente.

O Tactical Room agradece – mais uma vez – a confiança na HONOR CODE em nos dar a oportunidade de testar seu produto! Ficamos realmente felizes quando podemos constatar que se trata – realmente – de algo que o praticante pode confiar, haja vista o resultado supracitado.

E por último, mas não em último, gostaria de agradecer de coração aos meus irmãos do Airsoft Bahia (ASBA); Diogo Taquari (equipe GROTA) e Rafael Simões (equipe SO4 – Ba) PELO APOIO INCONDICIONAL! Sem vocês – meus amigos – nada disso teria sido possível! Muitíssimo obrigado!  

Força & Honra!

TACTICAL ROOM
Dinamismo I Integridade I Mentalidade